Frutos de Goiás MG

Picolé de chocolate

Ingredientes: Leite integral, açúcar, chocolate, leite em pó integral, gordura de Palma 370B, glucose e estabilizante: carboximetilcelulose sódica INS (466) e goma guar INS (412). ALÉRGICOS: CONTÉM LEITE E DERIVADOS. CONTÉM LACTOSE. Não Contém Glúten.

Porção: 55 gramas QTD %VD(*)
Valor Energético
100 Kcal
8%
Carboidratos
10 g
4%
Proteínas
5.7 g
8%
Gorduras Totais
17 g
3%
Gorduras Saturadas
1 g
4%
Fibra alimentar
0.6 g
2%
Sódio
22 mg
2%
Porção: 55g (1 picolé) QTD %VD(*)
Valor Energético
110kcal=462kJ
6%
Carboidratos
18g
6%
Proteínas
1,8g
2%
Gorduras Totais
3,2g
6%
Gorduras Saturadas
1,0g
5%
Gorduras Trans
0g
**
Fibra Alimentar
0g
0%
Sódio
36mg
2%

*% Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000kcal ou 840kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores, dependendo de suas necessidades energéticas. **VD não estabelecido

Temperatura ideal de conservação: -18ºC
Temperatura mínima de conservação: -14ºC
Uma vez descongelado, não congelar novamente

Fabricado e Distribuido por:
Frutos de Goiás Indústria e Com. de Sorvetes LTDA.
Rua C 198, Qd. 488 Lt. 06 nº 100 Jd. América – Goiânia-GO. CEP 74.270-040
CNPJ: 12.236.110/0001-36 / Insc. Est.: 10.475.213-0
Indústria Brasileira

Benefícios

Curiosidades do sabor

O chocolate é um alimento derivado da amêndoa fermentada e torrada do cacau. Sua árvore é o cacaueiro, planta típica de clima tropical, que encontra no Brasil um ambiente ideal para o seu cultivo, em especial nas regiões do Espírito Santo e o sul da Bahia, em Ilhéus.

 

No México, os Maias, Incas e Astecas, já cultivavam o cacau. O nome científico da árvore do cacau é Theobroma cacau, do grego Theo (deus) e Broma (bebida). Era conhecida como “a bebida dos deuses”, pois atribuíam à bebida de chocolate numerosos efeitos benéficos. Nestas civilizações a consideravam um afrodisíaco e só estava ao alcance das classes sociais altas.

 

Segundo cientistas, o lar original do cacau ficava nas florestas da região do rio Amazonas, ou na região do Orinoco, na Venezuela. Colombo teve a oportunidade de, durante sua quarta viagem à América, conhecer os grãos de cacau, mas não lhes deu atenção.

 

É por meio do comércio realizado pelos conquistadores espanhóis que o chocolate chega à Europa, acabando por se difundir pelo mundo todo. No início, é considerado um alimento especial por seu valor nutricional e energético e somente mulheres, sacerdotes e nobres o consumiam em cultos da Igreja Católica. Por volta de 1700 as “Casas de Chocolate” começaram a competir com as “Casas de Café” em Londres.

 

O chocolate como derivado do cacau, é uma fonte rica em flavonoides. Os compostos fenólicos do cacau têm atribuídos múltiplos efeitos, entre eles efeitos cardioprotetores, devido às suas propriedades antioxidantes.

 

O chocolate é considerado um alimento estimulante, porque o cacau contém metilxantinas, que são substâncias com capacidade para estimular o sistema nervoso central, contém principalmente teobromina e um pouco de cafeína.

Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro das novidades!